16/fev/2017, 15h54min

Romaria da Terra será realizada na Fazenda Annoni lembrando lutas do MST

Romaria deste ano relembra lutas e debate aritculação na atual conjuntura política no país | Foto: MST

Da Redação (*)

A Romaria da Terra chega este ano a sua 40ª edição. O evento, já tradicional entre os movimentos de luta pela terra e pela reforma agrária no país, lembra a história de lutas e conquistas durante seus 40 anos. Com o tema “Romaria da Terra: 40 anos de luta e memória das conquistas” e sob o lema “Terra de Deus, terra de irmãos”, a Romaria será realizada no dia 28 de fevereiro no assentamento da Fazenda Annoni, em Pontão, ponto do primeiro acampamento debaixo da bandeira do Movimento dos Trabalhadores Sem Terra (MST).

Debates, integração e espiritualidade são os eixos da programação montada para a Romaria. Entre os temas das atividades estão: questões ligadas à terra, valorizando o cuidado com a água e o meio ambiente, os pequenos produtores, a agroecologia e a agricultura familiar.

O evento é organizado pelo MST, Levante Popular da Juventude (LPJ), Movimento dos Pequenos Agricultores (MPA), Pastoral da Juventude (PJ) e Pastoral da Juventude Rural (PJR), com apoio da Arquidiocese de Passo Fundo e Comissão Pastoral da Terra (CPT). Ele contará com as presenças, entre outras, do ex-governador do RS, Olívio Dutra; do presidente da Assembleia Legislativa gaúcha, Edegar Pretto; e do coordenador nacional do MST, João Pedro Stedile.

Além da Romaria, dois dias antes, a Annoni receberá também o Acampamento da Juventude da Romaria da Terra. Mais de 600 jovens de todo o Rio Grande do Sul se reúnem para discutir o papel da juventude na atual conjuntura política do país. Os temas escolhidos por eles para o encontro foram “Juventude Construindo o Projeto Popular”, com o lema “Prefiro morrer na luta do que morrer de fome”, em memória à Roseli Nunes, assassinada durante protesto de agricultores em Sarandi, em 1987. Rose virou tema de três filmes e um símbolo da luta pela democratização da terra no país. Em 2015, no aniversário de 30 anos da ocupação do MST na Annoni, o Sul21, contou a história de Rose e outras mulheres.

“A principal mensagem que queremos passar aos jovens é que as mudanças e as conquistas só vêm quando o povo se organiza e se coloca em luta”, explica Danieli Cazarotto, da coordenação do Coletivo Estadual de Juventude do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST). “O acampamento é pensado como um processo de formação política e de troca de experiências, com a identidade de todas as organizações que estão ajudando a construí-lo, mas, principalmente, como um instrumento para motivar a juventude a se organizar, em seus mais diversos espaços de atuação, contra os retrocessos que a classe trabalhadora do campo e da cidade está enfrentando”.

Mais informações sobre o acampamento estão disponíveis na página da Romaria da Terra.

Veja a programação completa:

Domingo, 26 de fevereiro

10 horas – Mística de abertura

11h 30 – Acolhida e orientações internas

14 horas – Mesa de abertura: Memória.

20h 30 – Celebração dos Mártires

Segunda-feira, 27 de fevereiro

08h 30 – Mesa: Realidades brasileiras

13h30 – Oficinas

16 horas – Mesa: Horizontes

21 horas – Noite Cultural

Local: Assentamento 29 de Outubro, na área 1 da antiga Fazenda Annoni – ERS 324, KM __, em Pontão (RS).

Quarta-feira, 28 de fevereiro – Romaria da Terra

7 horas  Acolhida

9 horas  – Início da caminhada – celebração

12 horas – Almoço Partilhado

15h 30 – Mística de Envio dos Romeiros

Local:

Assentamento Nossa Senhora Aparecida, na área 9 da antiga Fazenda Anonni – ERS 324, KM 174 – Pontão (RS).

(*) Com informações do MST

Tags: , ,



 

Cupons de desconto: Submarino , Walmart , Lojas Colombo, Ponto Frio, Ricardo Eletro, Casas Bahia, Americanas, Extra, Netshoes, Azul.