7/dez/2012, 16h57min

Países do Mercosul querem ampliar uso de energia renovável

Prensa Presidencial - Miraflores

Com a Venezuela, o Mercosul torna-se o detentor da maior reserva de petróleo do mundo, com mais de 310 bilhões de barris de petróleo em reservas | Foto: Prensa Presidencial – Miraflores

Por Mariana Tokarnia, da Agência Brasil

Ampliar o uso de energias renováveis é o objetivo dos países do Mercosul, segundo os representantes de setores públicos e privados de produção de energia que participaram nesta sexta-feira (7) do 1º Fórum Empresarial do Mercosul. De acordo com empresários e dirigentes públicos, os países do bloco têm potenciais inexplorados e capacidade de abastecimento para assegurar o desenvolvimento do continente, garantir a soberania e diversificar as fontes energéticas.

O presidente da Galvão Energia, Otávio Silveira, disse que o Brasil ainda tem um potencial de aproximadamente três vezes a produção nacional de energia eólica. Segundo ele, de 2002 a 2009, foram instalados no país geradores eólicos capazes de produzir 8 mil megawatts de potência. A energia térmica teve um aumento de 7 gigawatts de 2010 a 2012.

“Precisamos ter fontes sustentáveis e integrar as matrizes energéticas, avançando no caminho de uma matriz mais sustentável e independente de combustível fóssil”, disse Silveira. “A diversidade garante uma base de segurança, se uma falhar, temos mais opções”.

Na Argentina, há um plano para ampliação do uso de matrizes energéticas mais sustentáveis. De acordo com secretário de Energia do Ministério do Planejamento argentino, Daniel Cameron, o país pretende sair de 2% de energia proveniente de matrizes renováveis no país para 10% até 2030.

Os combustíveis fósseis, no entanto, ainda têm grande destaque na região. Com o ingresso da Venezuela, cuja adesão ao bloco foi promulgada nesta sexta-feira (7), o Mercosul consolida-se como uma das principais potências energéticas mundiais, com 19,6% das reservas mundiais provadas de petróleo do mundo, 3,1% das reservas de gás natural e 16% das reservas de gás recuperáveis de xisto.

Com a Venezuela, o Mercosul torna-se o detentor da maior reserva de petróleo do mundo, com mais de 310 bilhões de barris de petróleo em reservas certificadas pela Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep). Das reservas, 92,7% estão na Venezuela.

O Brasil tenderá a ampliar sua participação nas reservas de petróleo do bloco à medida que os trabalhos de certificação das reservas do pré-sal brasileiro progridam.

O Mercosul é formado por Brasil, Argentina, Uruguai, Venezuela e Paraguai – que está suspenso do bloco até abril de 2013. Chile, Equador, Colômbia, Peru e Bolívia estão no grupo como países  associados. Há, ainda, como membros observadores, México e Nova Zelândia.

Tags: , , , , , , , , , , , , , , ,



 

Cupons de desconto: Submarino , Walmart , Lojas Colombo, Ponto Frio, Ricardo Eletro, Casas Bahia, Americanas, Extra, Netshoes, Azul.


 

 
  • Sérgio Alves de Oliveira

    Os países integrantes do MERCOSUL,chefiados por falsos socialistas,anunciam medidas que incluem o incremento de fontes de energia renováveis,dentre as quais a de origem EÓLICA. A natureza agradece. O grande capital internacional… também. Não é difícil observar que “eles”estão entregando gratuitamente recursos naturais,como os ventos,tão somente a quem preencher requisitos pré-determinados,e que só serão satisfeitos por grandes corporações. O “capital”agradece.Onde fica o “trabalho”,o “social”,ilustres socialistas ? Enquanto “eles”tomam essas medidas efetivas,festejadas pelos “gringos” com foguetes,ficam FAZENDO-DE-CONTA que irão
    permitir instalação de aerogeradores eólicos para próprio consumo e venda do excedente. E se de fato incrementassem e facilitassem essa política,os “pequenos” poderiam produzir energia elétrica para o próprio consumo e fornecimento para o “geral”. A produção da energia seria socializada,gerando renda para os pequenos. A natureza passaria a sorrir. Os que lutam pelos pequenos,também.

  • João Schiavi

    Brasil e Argentina investirão em breve na construção de duas usinas hidrelétricas no rio Uruguai e conseqüentemente haverá o desaparecimanto da cidade de Porto Mauá e do Salto do Yucumã no Parque Estadual do Turvo. Apesar de ser considerada a maior fonte de energia renovável,
    os impactos sociais e ambientais são inevitáveis.

  • idiota útil

    “Os fins justificam os meios”. Os governantes latino-americanos estão apenas seguindo ordens superiores, como sempre…