17/fev/2017, 16h36min

Moro se interessa por refundação do PT em testemunho de Tarso Genro

Da Redação*

O ex-governador Tarso Genro foi ouvido pelo juiz federal Sérgio Moro nesta quinta-feira (16) na condição de testemunha de defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Na audiência, Tarso, que foi ministro da Educação, Relações Institucionais e Justiça durante governos petistas, disse que Lula, “por honra”, jamais participaria de esquema de arrecadação de propina. Também disse que jamais tomou conhecimento de atos ilegais que possam ter sido cometidos pelo ex-presidente para beneficiar o partido, aliados ou a ele mesmo.

Em determinado momento, Moro questionou Tarso sobre a ideia de refundação do Partido dos Trabalhadores, defendida por Tarso, se esta incluiria o reconhecimento de irregularidades cometidas por seus integrantes. O ex-governador respondeu então que “ilegalidades acontecem em todos os partidos” e que o sistema político “promove a corrupção pelo financiamento empresarial de campanha”.

A Defesa de Lula chegou a protestar contra a pergunta, dizendo que o PT não estava em julgamento, mas, diante do consentimento do próprio governador em falar sobre o assunto, Moro foi adiante. Ele então voltou a perguntar se na refundação do PT haveria reconhecimento de ilícitos cometidos por figuras do partido. Tarso então respondeu que cabe as instituições funcionar para fazer investigações conforme a lei e responsabilizar os indivíduos por “fatos defeituosos eventualmente provados”.

Confira os depoimentos: 

(*) Com informações do jornal Extra

Tags: , , , , ,



 

Cupons de desconto: Submarino , Walmart , Lojas Colombo, Ponto Frio, Ricardo Eletro, Casas Bahia, Americanas, Extra, Netshoes, Azul.