16/fev/2017, 9h38min

Ministra dos Direitos Humanos foi apresentada pelo Planalto com título da ONU que não existe

Luislinda Valois | Foto: Wilson Dias/Agência Brasil

Da Redação

Ministra do recém-criado Ministério dos Direitos Humanos, a desembargadora aposentada Luislinda Valois (PSDB) foi apresentada pelo Planalto como tendo recebido o título de “embaixadora da paz da ONU em 2012”. Porém, esse título sequer existe, segundo informa o jornal Folha de S. Paulo. Na verdade, ela foi homenageada pela ONG UPF (Federação para a Paz Universal, na tradução da sigla em inglês), uma entidade criada pelo líder religioso sul-coreano Sun Myung Moon, mais conhecido como reverendo Moon, morto em 2012 e autoproclamado “messias”.

Segundo a Folha, a ONU reconhece que tem uma parceria com a ONG, mas diz que nenhuma instituição ou empresa tem autorização para falar em seu nome. Luislinda foi premiada pela ONG durante um evento na Áustria em 2012 pelos trabalhos trabalhos de promoção da paz inter-religiosos e através da educação que desenvolve, mas os informativos do governo sobre a ministra não traziam a informação de que o título era da UPF e não da ONU.

Luislinda também foi apresentada incorretamente pelo governo como primeira juíza negra do Brasil, mas o Tribunal de Justiça da Bahia a lista como a terceira do Estado.

Confira a reportagem da Folha.

Tags:



 

Cupons de desconto: Submarino , Walmart , Lojas Colombo, Ponto Frio, Ricardo Eletro, Casas Bahia, Americanas, Extra, Netshoes, Azul.