12/jun/2014, 17h30min

“Fifa, go home”: cerca de mil pessoas protestam contra a Copa em Porto Alegre

 | Foto: Ramiro Furquim/Sul21

Manifestantes marcharam da prefeitura de Porto Alegre até o Largo Zumbi dos Palmares; depois, parte do grupo tentou chegar às proximidades da Fan Fest | Foto: Ramiro Furquim/Sul21

Samir Oliveira

Nesta quinta-feira (12), dia da abertura oficial da Copa do Mundo no Brasil, movimentos sociais articularam protestos nas principais cidades do país. Em Porto Alegre, o ato, que contou com cerca de mil pessoas, teve início ao meio-dia, em frente à prefeitura, e terminou por volta das 16h, após confronto entre Brigada Militar e manifestantes.

A mobilização – convocada pelo Bloco de Luta pelo Transporte Público – começou de forma animada, com batucadas e cânticos de repúdio à Copa do Mundo e à Fifa. “Na rua! Eu tô de novo! Essa Copa não é do povo!”, bradavam os ativistas. Também não faltou o tradicional grito: “Da Copa eu abro mão! Eu quero é dinheiro pra saúde e educação!”.

Os manifestantes saíram em marcha pela Avenida Júlio de Castilhos após as 13h, se deslocando em direção ao Camelódromo. Em seguida, percorreram a Rua Doutor Flores até a esquina com a Avenida Salgado Filho, de onde pegaram a Avenida Borges de Medeiros. A caminhada seguiu até o Largo Zumbi dos Palmares, onde, aparentemente, a marcha iria dispersar.

Marcha até o Largo Zumbi

Neste trajeto inicial, a marcha seguiu unida e acompanhada de perto por efetivos da EPTC e da Brigada Militar – além de um helicóptero, que monitorou o tempo inteiro a caminhada. Já na saída da prefeitura, uma pessoa jogou algumas pedras em vidros na área lateral do prédio.

Ao longo do percurso, agências bancárias, lojas do McDonald’s e as peças publicitárias da Coca Cola e da Fifa em quiosques de bancas de revista foram alvo de parte dos manifestantes. Diante dessas ações, havia um grupo que ensaiava um coro de vaias, enquanto outros aplaudiam e exaltavam os ativistas.

 | Foto: Ramiro Furquim/Sul21

| Foto: Ramiro Furquim/Sul21

A marcha despertou reações diversas dentre a população. Das janelas dos edifícios, muitos apoiaram o grupo. Por outro lado, vários cidadãos saíam correndo das paradas de ônibus – principalmente se elas estavam próximas de agências bancárias. Também foram jogados objetos de alguns prédios em direção aos manifestantes.

Em um episódio inusitado, o pai de um manifestante retirou o rapaz à força do protesto. O homem segurou o menino – que estava mascarado e com uma latinha de spray – pelo braço e o conduziu para fora do ato. A ação gerou uma pequena confusão, já que algumas pessoas acharam que se tratava de um policial infiltrado. A dúvida foi rapidamente esclarecida por gritos dos amigos que estavam em volta: “É o pai dele! É o pai dele!”, disseram.

Dispersão e continuação

Os ativistas chegaram ao Largo Zumbi dos Palmares por volta das 14h30min. Aparentemente, a marcha iria dispersar no local, que é um ponto tradicional de encerramento dos atos. Entretanto, após alguns minutos, uma parte do grupo decidiu recomeçar a marcha e ir em direção ao Anfiteatro Pôr-do-Sol, onde ocorre a Fan Fest – evento festivo promovido pela Fifa e pelos patrocinadores da Copa.

Contudo, os manifestantes não conseguiram se aproximar do local, já que todos os acessos foram fechados pela Brigada Militar, que cerrou fileiras nas avenidas ao redor. O grupo permaneceu alguns minutos nas proximidades da Fan Fest e depois recuou pela Avenida Borges de Medeiros, em direção ao Centro.

 | Foto: Ramiro Furquim/Sul21

| Foto: Ramiro Furquim/Sul21

A Brigada Militar, que também estava presente com tropas de cavalaria, foi atrás dos manifestantes. Houve confrontos, os policiais jogaram bombas de efeito moral e gás lacrimogêneo e alguns ativistas derrubaram um poste com publicidade da Copa.

Após a dispersão final, há informações nas redes sociais de que seis pessoas teriam sido presas e encaminhadas para a Academia Integrada Segurança Pública (ACISP), na Avenida Antônio de Carvalho, para onde serão enviados os manifestantes detidos durante a Copa do Mundo. Entretanto, até o fechamento desta reportagem, nem os advogados do Bloco de Luta, nem a Defensoria Pública confirmaram essas informações.

Confira abaixo mais fotos do ato desta quinta-feira (12)

 

 Foto:  Bernardo Jardim Ribeiro/Sul21

Foto: Bernardo Jardim Ribeiro/Sul21

 | Foto: Ramiro Furquim/Sul21

| Foto: Ramiro Furquim/Sul21

 | Foto: Ramiro Furquim/Sul21

| Foto: Ramiro Furquim/Sul21

 | Foto: Ramiro Furquim/Sul21

| Foto: Ramiro Furquim/Sul21

 | Foto: Ramiro Furquim/Sul21

| Foto: Ramiro Furquim/Sul21

 | Foto: Ramiro Furquim/Sul21

| Foto: Ramiro Furquim/Sul21

 | Foto: Ramiro Furquim/Sul21

| Foto: Ramiro Furquim/Sul21

 | Foto: Ramiro Furquim/Sul21

| Foto: Ramiro Furquim/Sul21

 | Foto: Ramiro Furquim/Sul21

| Foto: Ramiro Furquim/Sul21

 | Foto: Ramiro Furquim/Sul21

| Foto: Ramiro Furquim/Sul21

 | Foto: Ramiro Furquim/Sul21

| Foto: Ramiro Furquim/Sul21

Tags: , , , , ,


20 comentários para ““Fifa, go home”: cerca de mil pessoas protestam contra a Copa em Porto Alegre”

  1. Marcio Dreux disse:

    Além do vandalismos de alguns, fica cada dia mais claro o nível de despolitização, a desconexão com a realidade e as históricas lutas efetivamente populares que o Bloco de Lutas insiste em desconhecer. Não adianta se pretender de esquerda e não ter estratégia para obter reais conquistas para o povo. Como podem acreditar que assim conseguiremos avançar na luta para uma sociedade mais justa e de fato contestadora do poder econômico?!

  2. Mario Avila disse:

    Crianças brincando de Esquerda Caviar, quebrando o Mac Donalds ouvindo Eminen no Iphone. Chegando ainda em tempo de pegar a janta em casa. Credibilidade Zero.

  3. Ana C. disse:

    Sinto muito, não eram mil pessoas, eram – no máximo – uns 300. Além disso, se são essas pessoas que vão “conduzir o povo à liberdade”, sinto muito, não – obrigada. Nós, que moramos no entorno do Viaduto, tão fotografado como “coisa” e que para nós é nossa “frente de casa”, estamos fartos de gente quebrando coisas, gritando, como se nossos ouvidos fossem latrinas. Sinto muito. Eu também acho a resistência importante, mas eu vi, essa gente se aquartelar embaixo do viaduto e dar chutes e pontapés em uma placa de sinalização até colocá-la no chão, quando os outros “pacificadores e heróis” passaram dando chutes e urros. Se isto é o que temos de melhor para o Brasil, olha, então não sei. Não defendo a violência da Brigada Militar, não defendo violência nenhuma, mas estamos fartos das pessoas virem quebrar a frente de nossa casa para protestar contra o que fazem da mesma forma. Eu penso que é preciso um pouco de coerência.

  4. Sérgio Alves de Oliveira disse:

    Seria produtivo alguém trabalhar sobre a tese decorrente da outra tese que “cada povo tem o governo que merece”,ou seja,de que,também,”CADA POVO TEM A OPOSIÇÃO QUE MERECE”. Esse malucos que andam soltos por aí protestando contra tudo e contra todos,depredando tudo que encontram pela frente,não são nada melhores do que aqueles que são alvo dos seus protestos. São,na verdade,a “bagacerada” do outro lado. Disso tudo decorre que também “O GOVERNO TEM O POVO QUE MERECE”. Portanto a sociedade é pura lógica. Sem a autoconsciência dessa “contaminação”coletiva,nosso mundo jamais vai sair do buraco de valores em que se encontra. Todo mundo acusa todo mundo,sem que ninguém aceite se parte desse corpo doente.

  5. Olavo disse:

    Depois de botar a testosterona pra fora e deixar um monte de trabalhador sem condução para retornar para sua casa depois de uma jornada de trabalho os coxinhas foram para seus apartamentos de classe média ver a cobertura da mídia sobre seus ‘grandes feitos’.

  6. mauro disse:

    todo apoio aos que lutam.

  7. drunk drummer daddy disse:

    Acho um sarro ver esses idiotas de extrema esquerda protestando contra a FIFA ao mesmo tempo em que fingem não saberem que a roubalheira e a incompetência durante a construção da infraestrutura do evento é de responsabilidade do Governo Federal petista. Mas, também é óbvio que escolheriam seu alvo com cuidado, afinal essa gente (e seus chefes) nunca morderiam a mão de seus donos.

  8. Ronaldo disse:

    Bando de filhinho de papai de classe média, são contra a Copa, mas não abrem mãos dos seus tenizinhos de marca, mochilinha de marca e iPhones, parem de encher o saco de quem realmente trabalha todos os dias, de Sol a Sol, e precisa pegar o busão para ir para casa como eu!!! Aliás, eu estava com pressa porque queria ver a abertura da Copa, venham fazer “protesto” aqui na periferia de Porto Alegre, Zona Leste, saiam do seu “mundinho” dos bairros dos riquinhos que nem vocês, venham pra cá, na “perifa”, onde o povão genuinamente TRABALHADOR E HONESTO vive e soltou vários foguetes ontem nos gols brasileiros. Venham pra cá que a gente vai sentar o relho no lombo de vocês com vontade para terem mais educação, seus bostinhas!!!

  9. Só falo a verdade disse:

    Bloco de Lutas, GO TO HELL!

  10. Antonio Luiz disse:

    Atenção playboys, antes de quaisquer manifestações de rua guardem direitinho os ingressos dos jogos. Lembrem-se de que precisarão deles para adentrarem ao Estádio para o desempenho da próxima “vaia”.

  11. teatino disse:

    Eu já enchi o saco de protestos “vazios” sem causa, a copa já começou e esses babbbacas ainda não se deram conta, é muita falta de cognição, vai passar a copa e esses abbbostados vão continuar a fazer baderna. Tenham dó, vão lá no Marinha fumar um bagulho.

  12. Eduardo B disse:

    Parabéns aos comentaristas.
    Esquerda caviar teu destino é crescer e passar a pagar as contas do teu cartão de crédito.

  13. Marco disse:

    Tem que quebrar tudo mesmo!!
    coxinhas sao vcs que tão ai aplaudindo esse espetaculo da palhaçada, vestidinhos de verde e amarelo, peruca e gritando: vai Brasil!!

  14. Marcelo Tskin disse:

    Crianças mimadas. Sempre tiveram tudo que quiseram de seus pais e familiares, nunca se acostumaram a ouvir um não. Aí, quando saem ao mundo, querem que este se molde as suas vontades.

  15. Shuma disse:

    Os únicos que teriam direito de quebrar alguma coisa na copa são as pessoas que foram removidas à força de suas moradias por conta das obras da Copa, bem como os grupos que apóiam estas pessoas. O resto é rebelde sem causa.

  16. Carlos Alberto disse:

    Sempre tem um bando reacionários e coxinhas para falarem argumentos vazios. Estou do lado dos manifestantes. Deve quebrar tudo que simboliza os opressores e a FIFA.

  17. maria helena disse:

    nooossa, olha só a valentia daquela guria idiota apontando dedo pros policiais… deve estar achando que faz grande coisa….

  18. Sou pela minoria consciente!!!

  19. Carlos Alberto disse:

    Porcos fascistas a serviço do sistema podre que devem morrer.

  20. […] Porto Alegre, einer Stadt im Süden, wurden die Demonstrationen, zu der zwischen 300 bis 1.000 Menschen kamen, von der Gruppe Kampfeinheit für öffentliche Verkehrsmittel (Bloco de Luta pelo […]

Comentar

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.