17/mai/2012, 11h05min

CPI aprova fim de sigilo sobre operações da PF que investigaram Cachoeira

CPI investiga relações do bicheiro Carlinhos Cachoeira com o poder público | Foto: Roosewelt Pinheiro/ABr

Da Redação

A CPI que investiga as relações do bicheiro Carlinhos Cachoeira com políticos e empresários que possuem contratos com governos aprovou nesta quarta-feira (16) a quebra do sigilo sobre os inquéritos da Polícia Federal (PF) que originaram as suspeitas contra o contraventor. Os documentos das operações Vegas e Monte Carlo já estão com os parlamentares.

O pedido de quebra de sigilo foi apresentado pelo senador Álvaro Dias (PSDB-PR) e pelos deputados federais Onyx Lorenzoni (DEM-RS) e Mendonça Prado (DEM-SE). A decisão será comunicada ao ministro do Supremo Tribunal Federal, Ricardo Lewandowski.

Os deputados e senadores se reuniram na quarta-feira (16) para votar mais de 200 requerimentos da CPI. O presidente do colegiado, senador Vital do Rego (PMDB-PB), disse que a prioridade é aprovar os pedidos de quebra de sigilo fiscal e telefônico das empresas ligadas a Cachoeira.

Entre as solicitações feitas, estão os pedidos de convocação dos governadores Marconi Perillo (PSDB), de Goiás, Sérgio Cabral (PMDB), do Rio de Janeiro, e Agnelo Queiroz (PT), do Distrito Federal. Todos eles são suspeitos de terem relações com o bicheiro e com a Delta, empreiteira que utilizava a influência de Carlinhos Cachoeira para garantir contratos milionários com o poder público.

Com informações da Agência Senado. 

Tags: , , , , , , , , , , , , ,


Comentar

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.