11/jan/2017, 10h04min

Apresentadora defende que índios não tenham acesso a remédios e morram de malária

Foto: Reprodução

Da Revista Fórum

Um vídeo divulgado pelo site De Olho nos Ruralistas mostra o incômodo que uma parcela da sociedade e alguns setores da imprensa vêm sentido com o tema do samba-enredo da Imperatriz Leopoldinense (RJ) deste ano: “Xingu, o Clamor que Vem da Floresta!”. A música da escola de samba carioca enaltece a luta dos índios para resistir ao avanço do agronegócio, em especial na região do Xingu.

Na abertura do programa “Sucesso no Campo”, da Record de Goiás, no último domingo (08), a apresentadora Fabélia Oliveira expressa toda a sua indignação com o tema, desafiando os compositores e defendendo os latifundiários, pecuaristas e produtores rurais em geral, a quem ela se refere como “homem do campo” e “heróis”.

“Que conhecimento eles têm para falar do homem do campo?”, indaga. Oliveira ainda vai além no discurso e começa a atacar os índios – exceto os “originais” – que, para ela, não deveriam ter acesso a remédios e morrer de malária ou tétano. 

Tags: , , , ,



 

Cupons de desconto: Submarino , Walmart , Lojas Colombo, Ponto Frio, Ricardo Eletro, Casas Bahia, Americanas, Extra, Netshoes, Azul.