Tarso Genro

A degradação democrática: imprensa, poder e golpismo

 Tarso Genro (*) Nestes tempos de exceção e golpismo que corroem a democracia e o nosso Estado Social de Direito, é importante propor uma discussão sobre os  valores em disputa e os efeitos da degradação destes valores sobre os discursos políticos em curso. A forma pela qual se dá o contencioso entre os projetos e […]

PT, transição e concertação

Por Tarso Genro (*) Com objetivo de escrever um artigo para colaborar no debate sobre o Congresso do PT, busquei materiais de minha autoria, já publicados em outros tempos, para tentar formular um juízo atualizado sobre os nossos problemas. Deparei-me, nesta pesquisa, com um texto publicado há doze anos, na Revista “Teoria e Debate”, da Fundação […]

A morte de Dona Marisa e a exceção

Por Tarso Genro Dona Marisa Letícia foi uma pessoa comum, como somos a maioria dos brasileiros, com as nossas humanidades cheias grandezas e defeitos. Pessoa boa, educada, fraterna e sensível. Só que Marisa Letícia, pela sua relação amorosa com Lula, com quem realizou e cuidou de uma família – um político originário da classe operária e […]

Os pactos e a rendição do PT  

 Tarso Genro (*)                 Em matéria  de alianças formais ou informais, acordos entre pessoas e grupos políticos que se reúnem em torno de princípios diferentes, armistícios entre inimigos, a história oferece exemplos para todos os gostos. O “Pacto Molotov-Ribbentrop” (agosto de 1939), através do qual Stálin ganhou tempo […]

Um herói português como inspiração democrática

 Tarso Genro O então major Melo Antunes, herói da Revolução dos Cravos em Portugal, um dos fundadores e líderes do MFA (Movimento das Forças Armadas) relembra, na sua  extensa autobiografia em forma de entrevista (“O Sonhador Pragmático”, Notícias Editorial, 2004), uma conversa com seus camaradas de armas e com oposicionistas ao salazarismo, uma resposta que […]

Mais além da degradação: sobre um editorial de Zero Hora

Tarso Genro* O livro The New Yorker – a graça do dinheiro (Ed. Zahar, 2016) que publica as melhores charges da revista New Yorker sobre economia entre 1925 e 2009, encerra com uma peça que sintetiza uma boa parte da história do capitalismo americano, no último século. Lá está a figura do executivo de uma […]

Dos impasses da solidão em rede

 Tarso Genro Zygmunt Bauman concedeu recentemente entrevista ao El País (09/01),  publicada sob a designação “As redes sociais são uma armadilha”.  O título da matéria não faz justiça ao seu verdadeiro conteúdo, que refere ao 15-M da Espanha dos “indignados”, de maio de 2011. À época, estes movimentos, através de mecanismos de democracia direta,  ainda […]

“The Economist”, intervencionista e estatizante  

Tarso Genro (*) Em 9 de novembro de 2016 o jornalista Glenn Greenwald (The Intercept Brasil), comentando a eleição de Trump, nos Estados Unido, escrevia: “as elites formadoras de opinião estavam unidas de uma forma extremamente incestuosa e tão distantes da população que decidiria estas eleições, sentiam tanto desprezo por ela, que não foram capazes […]

Para que sejamos “um imenso Portugal”

Por Tarso Genro “Ai, esta terra ainda vai cumprir seu ideal: Ainda vai tornar-se um imenso Portugal!” “Fado Tropical”, Chico Buarque Antonio Costa, advogado, quadro histórico do Partido Socialista, ex-vereador, deputado, Ministro da Justiça, ex-Presidente do grupo Parlamentar do PS entre 2002 e 2004,  é o Primeiro Ministro do Governo Português desde novembro de 2015. Seu […]

O Tribunal das Águas e o sentido da vida comum

Por Tarso Genro A cidade de Valência foi fundada por uma legião romana há quase dois mil anos. O nome da legião era “Valentia” do qual derivou o seu nome atual. Neste novembro de 2016, governa a cidade uma coalizão política estranha à tradição partidária espanhola, composta por novos partidos, setores partidários tradicionais e organizações políticas […]